Há gente assim, com vidas que nunca mais acabam. Seres com a estranha capacidade de se reinventarem mesmo no disparate.
De renascerem sempre, após cada uma das muitas mortes que vão tendo em vida. Tolos, há outros que lhes invejam este castigo como se fora uma gracinha para entreter os amigos nas noites frias de inverno ou nas amenas cavaqueiras de verão. São os tolos quatro-estações, que por desconhecerem a primavera das ideias estão condenados ao outono da mediocridade para sempre.


sábado, 8 de março de 2008

Frase do dia

«Nem todas as mulheres querem casamento e filhos. Algumas desejam apenas orgasmos e animais domésticos»
(Paulo Coelho, Revista Lux)

6 comentários:

Guindaste disse...

óptimo, e este paulo é coelho, também pode ser um animal doméstico !!!

Guindaste disse...

óptimo, e este paulo é coelho, também pode ser um animal doméstico !!!

Insaciável disse...

"...desejam apenas..." é uma visão um pouco redutora.

Também gosto de pastelinhos de nata.

flecha de artemísia disse...

de facto, é uma pena o "apenas" mas isto, simplesmente, prova que nem todos os homens sabem usar a "pena".
Há cada (cu)elhada!

mifá disse...

Olha lá, essa frase não está descontextualizada?
É que tenho a ideia que o Paulo Coelho é capaz de bastante melhor...

Trolha disse...

mifá, o Paulo Coelho é capaz de bastante pior